Carl Hahn
Tradução: Antonio Gouveia de Mendonça
2011
2ª edição
400 páginas

Por que o culto protestante no Brasil é tão pobre e distante das tradições cristãs e da Reforma? Para responder a esta questão o Dr. Hahn, num árduo trabalho de pesquisa e erudição, buscou percorrer os tortuosos caminhos pelos quais transitou o culto protestante até chegar aqui. Após puxar extensoso e emaranhados fios da tradição e da teologia com que a Reforma teceu o culto evangélico, o autor combina-os com as condições histórico-sociais do Brasil, sua herança portuguesa, índigena e africana, e termina explicando por que nosso culto é assim. Mas as determinantes não foram só brasileiras; o autor não deixa de lado os parâmetros missionários que nos outrogaram um culto já distanciado da tradição e dos conceitos originais.

Antonio G. Mendonça
Tradutor