Hemult Renders
2019
1ª edição
186 páginas

Para John Wesley o cristianismo precisava se desdobrar em efeitos práticos sobre a vida. O evangelho, segundo ele, só reconhecia uma religião social e uma “santidade social”. Lamentavelmente, ainda temos enorme carência de obras de John Wesley ou sobre seu pensamento em português, notadamente acerca de sua opinião e seus posicionamentos sobre a escravidão. O livro de Helmut Renders ajuda, com louvor, a preencher este vazio. Torna-se, assim, leitura essencial para todos aqueles que se interessam pelo pensa-mento social e político dos reformadores.

Dr. Wanderley Pereira da Rosa
Diretor Geral da Faculdade Unida de Vitória

Evangélicos e a luta pela justiça: o exemplo de Wesley
O texto que temos diante de nós é fundamental no universo dos estudos evangélicos sobre a luta antiescravista no século XVIII. Mostra com clareza o desenvolvimento da indignação de Wesley, seus escritos, suas atitudes, diante do que ele considerava a pior forma de degradação humana, tanto para quem escraviza como para quem é escravizado. O livro do Dr. Helmut Renders é o resultado de uma cuidadosa pesquisa de vários anos. Agora o autor nos oferece uma síntese preciosa de seus estudos. Refaz o conjunto da abordagem, atualiza a bibliografia, analisa sob vários ângulos os textos e publica, pela primeira vez, o conjunto dos textos de Wesley sobre a escravidão em inglês com a tradução lado a lado em português.

Dr. Rui de Souza Josgrilberg
Professor emérito do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião e da Escola de Teologia da Igreja Metodista (UMESP)